menu

bispo-edir-macedo-igreja-universal-20070927-size-598

Dízimos, ofertas e sacrifícios são tão sagrados como o próprio Deus, ensina Edir Macedo

 

O que o dízimo significa pra você? O bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, ensinou aos seus fiéis que o dízimo e as ofertas representam o próprio Deus.

“Dízimos, ofertas e sacrifícios são tão sagrados, tão santos como o próprio Deus porque eles representam Deus”, disse ele citando Jeremias 2:3 que diz “Então, Israel era consagrado ao Senhor e era as primícias da sua colheita”.

Com esse versículo Macedo entendeu que Israel era o dízimo de Deus na Terra, a primeira parte da colheita de Deus. “Israel representava o dízimo que Deus havia dado ao mundo para salvá-lo, que é Jesus. Jesus foi o dízimo de Deus”.

Para quem não enxerga o dízimo e as ofertas como algo sagrado, Macedo ensina que é necessário ter a revelação da fé. “Só podem enxergar os dízimos, ofertas e sacrifícios como coisa sagrada, santa, santíssima aqueles que tiveram a revelação da fé pelo Espírito Santo”.

A prova de que as ofertas são santas é que os fiéis da Igreja Universal colocam o dinheiro no altar, local que representa a Deus. “Aquilo que você coloca no altar representa a sua vida no altar de Deus. O dízimo representa o seu primeiro amor, a sua lealdade e a sua fidelidade a Deus”.

A Igreja Universal é reconhecida mundialmente por ensinar a teologia da prosperidade, levando seus fiéis a entregarem ofertas, dízimos e sacrifícios financeiros para obterem favores divinos como cura, libertação e bênçãos financeiras como emprego, carros, casas e outros.

Os ensinamentos da teologia da prosperidade são combatidos por diversos segmentos cristãos, teólogos e pastores que não concordam com a forma como os textos do Antigo Testamento são usados para pedir dinheiro em favor das denominações e de seus fundadores.

Ouça:

Fonte: noticias.gospelprime

Go to top