menu

Macha-para-Jesus-RJ

Malafaia participa da Marcha para Jesus no RJ e alerta para perseguição religiosa; veja

 

Cerca de 500 mil pessoas (dados do 5º BPM) estiveram reúnidos na Avenida Presidente Vargas, Centro do Rio de Janeiro (RJ).

Nos trios elétricos e no palco principal, grandes nomes da música gospel, como Fernandinho, André Valadão, Bruna Karla e Aline Barros preencheram o evento com bastante música. Mas nesta edição, além shows, com bandas / cantores cristãos em trios elétricos, o evento que já acontece há 27 anos teve grupos que também protestaram contra a Copa do Mundo e o descaso com saúde e educação públicas.

Participantes da passeata levaram cartazes com dizeres como: “Eu sou de Jesus. Não sou da Fifa” e “Da Copa eu abro mão. Quero Jesus, saúde e educação”.

Kaxalpynia – índio da tribo Yagua, da divisa do Peru com o Brasil – também aproveitou a oportunidade para protestar junto à sua esposa, reivindicando direitos indígenas.

A revogação do decreto 7.056, que busca reestruturar a Funai estava entre suas reivindicações.

Marisa Lobo
Malafaia também aproveitou a oportunidade para alertar a multidão presente sobre a cassação do registro profissional da psicóloga Marisa Lobo pelo Conselho Regional de Psicologia do Paraná.

“Uma irmã nossa, psicóloga foi cassada pelo Conselho Regional de Psicologia do Paraná. Sabe por que ela foi cassada? Por causa da sua fé! Vocês estão pensando que não tem perseguição aqui? Estão pensando que vamos ficar alienados da vida social? Eu quero dar um alerta ao povo evangélico: Há um jogo político do inferno para nos desqualificar de nossa cidadania”, disse.

Confira a matéria no vídeo abaixo:

 

 

 

Com informações do Guiame

Go to top