menu

Os críticos e os fracos

 

Qual a maneira correta de enxergar a vida?

Muitos se perdem no meio do caminho quando deixam de olhar para Jesus e começam a olhar para os defeitos das pessoas ao seu redor. Assim acontece com todos aqueles que se denominam cristãos sem igreja. Se decepcionaram com a instituição e pensam que se estiverem sozinhos na jornada poderão servir a Deus de uma melhor forma. E isto não é verdade, porque estes também são cheios de defeitos, como todos somos.

Igreja é lugar de gente doente em busca do Médico dos Médicos. É lugar de Médico dos Médicos sendo regenerados. Em profunda transformação, mas ainda assim pecadores.

Na igreja do Senhor Jesus, muitos estão tentando fazer algo. Querem descobrir seus dons e serem úteis nas mãos dAquele que os chamou. Pregam nas praças, na internet, onde for, do jeito que sabem, com o conhecimento que têm. Outros tentam cantar ou tocar para glorificar a Jesus. Não estou falando de ativismo religioso mas de uma tentativa de ser obediente Àquele que os chamou.

Estas pessoas, me incluo entre elas, não tem nada de bom a oferecer a não ser a graça de Deus operando em suas vidas. Seu louvor, sua pregação, tudo que vêm delas é imperfeito. Porém, Deus olha seus corações e vê qual é a sua real intenção.Porém existe no meio da instituição e fora dela, aqueles que se especializaram naquilo que é errado. Sabem direitinho o que não se deve fazer. Criticam tudo que vêem. Olham para aqueles que estão fazendo alguma coisa porém tudo que conseguem ver são as imperfeições, os defeitos, as dificuldades.

Imagine uma cena comigo: Um pai pede a sua filha um copo de água. Aquela menina tem apenas 3 anos de idade. Ela vai até a cozinha, pega a água e traz para seu pai. No meio do caminho tropeça e deixa quase toda a água cair. Quando chega para seu pai o copo de água tem menos da metade de água.

Com todas as suas imperfeições e limitações motoras, ela fez o melhor que pode. Assim como quando faz um desenho para seu pai, e naqueles rabiscos o pai pode ver o amor de sua filha por ele.

Nós não passamos de crianças grandes diante de Deus. Toda a sua grandeza é inescrutável para nós, seus juízos são insondáveis. Quem pode sondar a mente do Senhor? Entretanto, diante daquilo que podemos compreender em nosso relacionamento com Ele, iniciamos uma longa jornada de obediência, porém com muitos percalços, muitas quedas, e sempre sendo levantados por ele.

Porém, os críticos, aqueles que não estão dispostos a buscar o copo de água, e nunca tentaram sequer fazer isto, estão prontos a todo momento a criticar, a mostrar a água caída no chão, a mostrar os erros de caráter, as dificuldades que ainda não foram superadas, e talvez nunca serão (só seremos perfeitos quando nosso Senhor Jesus voltar), estão prontos a dizer que está tudo errado. Estes estão na arquibancada reclamando do juiz, dos jogadores dizendo exatamente o que deve ser feito, porém se colocados no jogo, não fariam nem 1/10 do que foi feito. Percebo que aqueles que mais criticam na internet são aqueles que nada fazem fora dela.

Olhar para os defeitos e dificuldades dos outros é muito fácil. Agora, olhar para os próprios defeitos, reconhecer a impotência diante de Deus, e clamar todos os dias por misericórdia para que de alguma forma sua vida possa fazer a diferença para os outros, mesmo sendo um vaso quebrado, isso sim, pode ser grandioso e uma ferramenta poderosa nas mãos do Senhor. Apagaram o poder do fogo e escaparam do fio da espada; da fraqueza tiraram força, tornaram-se poderosos na batalha e puseram em fuga exércitos estrangeiros. Hebreus 11:34

Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte. II Coríntios 12:10

No Reino de Deus não há espaço para críticos, apenas para os fracos!!!

Fonte: Portal Creio.

Preletor: Daniel Simoncelos.

Go to top