menu

espirito-santo

Silas Malafaia comenta sobre a relação entre o batismo com o Espírito Santo e a salvação do cristão

 

Um dos assuntos mais discutidos entre as diversas linhas teológicas do cristianismo, o batismo no Espírito Santo, é frequentemente tema de acaloradas discussões, e é também extensamente comentado por pastores e líderes cristãos. Em seu site, o pastor Silas Malafaia comentou sua visão sobre o tema, comentando sobre a relação do cristão com o batismo.

Com seu texto, intitulado “O batismo com o Espírito Santo é sinônimo de salvação?”, o líder da igreja Assembleia de Deus Vitoria em Cristo, afirma que o batismo no Espírito Santo é “um revestimento de poder, que visa capacitar o cristão a testemunhar sobre Cristo e realizar a obra de Deus”.

Geralmente relacionado ao dom de falar em línguas, sobretudo em igrejas de tradição pentecostal ou neopentecostal, o batismo no Espírito Santo é classificado por Silas Malafaia como um “importante fator para aquele que deseja ter bom êxito em seu ministério cristão”. O pastor afirma não se tratar de algo “para qualquer um”.

– O ímpio, por exemplo, não receberá esse batismo, o cristão nominal, o desinteressado e o que, por algum motivo, não crê nisso também não serão batizados com fogo e revestidos de poder do alto – afirma Malafaia.

– Contudo, o cristão que crê nesse tipo de batismo, deseja ser batizado e mostra-se disposto a buscá-lo pela oração e consagração a Deus, poderá ser batizado pelo Senhor – completa o pastor.

Apesar de não responder diretamente se tal batismo é ou não sinônimo de salvação para um cristão, Malafaia questiona porque uma pessoa que professa fé em Jesus Cristo não receberia tal “revestimento de poder”, como ele classifica o batismo.

– Deus é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Por que Ele não batizaria um filho Seu fiel, digno e desejoso de receber o batismo com o Espírito Santo? Por que alguém não receberia o revestimento do Espírito se já recebeu o Espírito Santo quando creu e confessou Jesus como seu Salvador e Senhor? – questiona o pastor.

Silas Malafaia argumenta ainda que esse batismo é para “todo cristão em comunhão com Deus e com a Igreja; e não apenas alguns santos”.

– É para todo aquele que crer e buscar tal batismo com determinação – resume Malafaia.

Com informações do gospel +

Go to top